Buscar
  • Lilian Sguillar

Ozônio no combate às olheiras

As olheiras (hiperpigmentação periorbital) são comuns em homens e mulheres. Embora não sejam uma preocupação médica, ter a área dos olhos escuras traz uma aparência cansada e, especialmente quando acompanhadas por olhos fundos, acabam por afetar a autoestima.



Geralmente associada a falta de sono, as olheiras podem ter uma variedade de causas, incluindo a predisposição genética, além de serem de diferentes tipos. A pigmentar tem uma coloração marrom e é muito comum em pessoas de pele morena ou com tendência genética e alérgicos. As famosas olheiras avermelhadas, azuladas ou arroxeadas são vasculares. Elas podem ocorrer quando a goteira lacrimal é profunda ou falta tecido abaixo dos olhos. O tipo mais comum, no entanto, é a mista, que ocorre quando há a soma de um ou mais fatores descritos acima.


Por suas propriedades, o tratamento com ozônio medicinal auxilia na oxigenação do local e aumenta a produção de colágeno. Geralmente, o resultado é positivo inclusive em olheiras profundas, uma vez que o gás faz uma insuflação na pele. A aplicação é subcutânea, feita de forma super simples e rápida e os resultados praticamente instantâneos.


Fique de olho nas nossas redes sociais e saiba mais sobre os tratamentos com ozônio!

6 visualizações0 comentário