PERGUNTAS FREQUENTES

Para que serve a ozonioterapia?

A ozonioterapia é uma técnica mundialmente conhecida que, como o próprio nome diz, é à base de ozônio. É um tratamento natural, com baixíssimo nível de efeitos colaterais ou contra indicações que se utiliza de um processo de reação química (sem o uso de elementos sintéticos) para combater as células oxidadas, infectadas ou inflamadas, eliminando dores, inflamações e infecções. Este método se tornou um tratamento complementar para mais de 250 tipos de doenças e dores. Também se transformou em um aliado essencial para os tratamentos estéticos como gordura localizada e a celulite, que nada mais são que são células inflamadas.

 

A ozonioterapia é um tratamento novo / moderno?

Não é um tratamento novo, apesar de possuir métodos modernos. Desde o século XIX, a Ozonioterapia médica era usada na Alemanha, inicialmente para combater a ação de bactérias e germes na pele humana. Seu uso como tratamento começou durante a 1ª Guerra Mundial, quando médicos alemães e ingleses utilizaram o ozônio para tratamento de feridas em soldados.

Qual a periodicidade recomendada?

Depende do organismo, do tratamento e da aplicação. Os tratamentos mais comuns são indicados 2 vezes por semana.

Quantas sessões são necessárias para notar os efeitos?

Depende de como será feita a aplicação e da área a ser tratada. Por ser um método natural, o resultado esperado é observado numa média de 5 sessões, sendo perceptível alguma melhora já no primeiro dia.

Como a ozonioterapia age para a dor?

Uma das consequências das dores crônicas ou degenerativas (como hérnia de disco, pé diabético, dores na coluna ou articulares, herpes, entre outras infecções), é que as células ficam oxidadas. O ozônio, por ser altamente reativo, atenua o processo inflamatório, tem efeito analgésico, estimula as enzimas antioxidantes, a neovascularização e a liberação de oxigênio tecidual, sendo uma opção segura e efetiva para aliviar a dor.

Como uma substância só pode ajudar em tantos tratamentos?

O gás ozônio é considerado o terceiro agente mais oxidante da face da terra, sendo essa sua característica a responsável por seus efeitos microbicidas contra bactérias, vírus e fungos. Quando aplicado no corpo, o gás induz um estresse oxidativo leve e controlado, que promove o aumento das enzimas de proteção do sistema antioxidante intracelular. Muitas doenças, dores e infecções são ocasionados pela oxidação intracelular.

Se o ozônio é altamente oxidativo, como ele funciona como antioxidante?

Por ser mais reagente e potente, o ozônio consegue quebrar a membrana da célula do corpo que está oxidada, atuando contra os radicais livres.

 

Beber a água ozonizada ajuda na imunidade?

A água de filtros ozonizados é o tratamento da água com o ozônio (com função similar ao cloro) age como bactericida e anti fúngicas. A ingestão da água ozonizada no gerador medicinal não trata doenças e não produz nenhum efeito sistêmico. Ela é utilizada de forma tópica em feridas, para esterilização, para cicatrização, entre outros.

 

Como o ozônio pode ser aplicado?

O ozônio pode ser aplicado por injeção subcutânea, água bidestilada ozonizada e azeite ozonizado, insuflação retal, aplicação por auto hemoterapia menor com ozônio (via intramuscular com sangue do próprio paciente ozonizado - tratado com ozônio). Aplicação auricular ou otológico e tratamento tópico não invasivo com uma bolsa de ozônio.

 

A aplicação da ozonioterapia dói?

A dor da aplicação via subcutânea está relacionada à sensibilidade individual de cada pessoa. A maioria dos tratamentos como a insuflação ou tratamento tópico não causa dor alguma.

Quais as doenças que podem ser tratadas com ozonioterapia?

A ozonioterapia pode ser usada no tratamento auxiliar de mais de 250 tipos de doenças e dores. Podemos citar inúmeros exemplos: infecções, dores crônicas, doenças autoimunes, doenças respiratórias, enxaquecas e dores de cabeça, doenças vasculares, complicações odontológicas, entre outras.

 

Quais os efeitos colaterais da ozonioterapia?

A ozonioterapia é um tratamento natural, com baixíssimo nível de efeitos colaterais ou contra indicações, podendo ser utilizado, inclusive, em crianças.

A aplicação de ozônio emagrece?

A ozonioterapia é sim um tratamento aliado ao emagrecimento, pois uma vez absorvida pela mucosa intestinal, por meio de insuflação, promove uma desinflamação das células adiposas, que são as células de gordura que estão normalmente inflamadas se há um excesso de peso. Há uma melhora significativa na flora intestinal pela quebra da membrana de bactérias ruins para o organismo, além de proporcionar uma ação "detox".

A ozonioterapia tem relação com a camada de ozônio?

Não. Apesar de estarmos falando do mesmo gás, na estratosfera, ele se encontra combinado ao nitrogênio e outros gases, formando aquilo que conhecemos como Camada de Ozônio. Para uso medicinal, o ozônio é misturado ao oxigênio puro medicinal. O ozônio também é naturalmente produzido no organismo humano, no processo de ativação de anticorpos, motivo pelo qual é considerado uma “biomolécula” (molécula biológica).

 

Convênio reembolsa ozonioterapia?

Não. O tratamento não é coberto pelo convênio pois é considerado uma prática integrativa e complementar.

Quais são os riscos da ozonioterapia?

A ozonioterapia é um tratamento de baixíssimo risco ou contra-indicação. Estima-se um risco quase zero (0,0007%).

A ozonioterapia cura doenças?

Não. A ozonioterapia é uma terapia complementar às medicações e aos tratamentos médicos para doenças. Ela é integrativa e age de forma auxiliar.

Qual o preço / valor do tratamento de ozonioterapia?

Depende do tratamento. De modo geral, a ozonioterapia é um tratamento com ótimo custo benefício. Uma sessão está em torno de R$120,00. O Espaço Lilás oferece um dos melhores preços do mercado a partir de R$55,00 a sessão.

A ozonioterapia é reconhecida no Brasil?

Em março de 2018, o Ministério da Saúde anunciou a inclusão da ozonioterapia à lista de Práticas Integrativas e Complementares do Sistema Único de Saúde. O Conselho Federal de Medicina, no entanto, aceita a prática exclusivamente como experimental.

Existem estudos científicos sobre a ozonioterapia?

Sim, existem inúmeros estudos nacionais e internacionais demonstrando os benefícios da ozonioterapia. No site da Associação Brasileira de Ozonioterapia há um acervo que pode ser consultado: https://www.aboz.org.br/biblioteca/

Qual a relação da ozonioterapia com doenças sérias como câncer?

A ozonioterapia é usada como um tratamento complementar visando garantir mais qualidade de vida aos pacientes em tratamentos oncológicos.